AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA : 24/05 - 18H

imprensa

05/02/2009

Vilmar Bunn propõe que gerente da Celesc participe de sessão ordinária

O vereador Vilmar Bunn (PDT) fez uso da tribuna na sessão de terça-feira, 3 de março, para sugerir que a Câmara envie correspondência ao gerente da Celesc de Brusque, Pedro Paulo Tridapalli, convidando-o para participar de reunião ordinária, a fim de explanar sobre os serviços que vem sendo prestados pela Celesc no Município. "Até dezembro estávamos tolerando o grande número de reclamações devido as chuvas de novembro do ano passado, mas em janeiro e fevereiro, a insatisfação da comunidade continuou e vejo que as coisas não estão sendo levadas a sério como deveriam. Nos finais de tarde com chuva, muitos bairros estão ficando sem energia elétrica e o problema tem sido a demora da Celesc em restabelecer os serviços, o que para os comerciantes, principalmente, vem gerando um transtorno enorme", frisou o vereador.

Vilmar observou também, que o telefone de plantão da Celesc não funciona. "Nunca ninguém atende. É uma desgraça quando se precisa usar o 0800. E essa situação não pode continuar. A cidade está crescendo, as empresas expandindo cada vez mais e não vemos o interesse da Celesc em investir por aqui. Parece que o serviço está piorando ao invés de melhorar", alegou o parlamentar.

Alessandro Simas (PR) lembrou que Brusque está ligada a Regional da Celesc de Blumenau e propôs que o representante da Regional também seja convocado para participar da sessão.

Jonas Paegle (DEM) reafirmou que a falta de luz freqüente tem provocado situações difíceis. "Já chegou a comprometer inclusive, o atendimento médico nos consultórios anexos ao Hospital Azambuja", revelou.

Duda Hoffmann (PDT) também manifestou sua indignação e alertou que não é só quando há trovoadas, que há falta de energia. "O problema tem sido frequente em vários bairros com ou sem chuva", concluiu.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também