AGENDA

SESSÃO ITINERANTE - CRISTALINA (CANCELADA): 01/12 - 18H30

imprensa

07/04/2010

Edson Muller faz considerações sobre Loteamento Sesquicentenário

Edson Muller usou a tribuna na noite de terça-feira, 6, para fazer esclarecimentos quanto ao projeto do Loteamento Sesquicentenário. O vereador citou que a área total é de 305 mil metros quadrados, sendo que 30% serão usados para execução do projeto das casas populares e do projeto ‘Minha Casa Minha Vida’. “Antes havia uma lagoa artificial, que foi esvaziada e desativada. Já o córrego permanece e serve como válvula de escape para a água em dias de chuva. Foram criados taludes e a terraplanagem está quase concluída sendo que todas as edificações serão realizadas em terreno plano. Enfim, tudo está sendo feito conforme orientação da Fatma e dentro das normas ambientais”, relatou Muller.

Em aparte Dejair Machado questionou o fato de ser aproveitado apenas 30% da área do terreno. “Para que compraram uma área tão grande? É um terreno muito grande para um aproveitamento muito pequeno. Não acho um bom negócio”, opinou.

Em resposta, Edson explicou que é preciso respeitar a área de Mata Nativa e os morros, que caso precisem ser explorados, requerem um estudo mais aprofundado quanto a forma que podem ser utilizados. O projeto está sendo feito dentro do que orienta a Fatma”, especificou.

Valmir Ludvig também em aparte observou que o projeto deve servir de exemplo para outros loteamentos. “É preciso que se reflita na sociedade, para que de fato, tudo seja feito com muito cuidado e possa trazer o mínimo de impacto possível ao meio ambiente, bem como consequências indesejáveis no futuro”, observou.

Já Ademir Braz de Souza justificou que o projeto demonstra a preocupação do Governo em fazer um loteamento bem feito. “Quem conhece o projeto sabe que no futuro a área que ficou fora dos 30% pode ser aproveitada se assim for necessário”, completou.

 

Áudio Relacionado

  • Arquivo temporariamente indisponível

Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

veja também