AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 07/02 - 17H

imprensa

16/12/2022

Pronunciamento

Jean Pirola rechaça fala atribuída a Deco Batisti: “Eu não penso igual à esquerda. É por isso que somos vagabundos?”

Destaque

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta quinta-feira, 15 de dezembro, o vereador Jean Pirola (PP) criticou a aliança formada em torno da candidatura de André Vechi (DC) à presidência da Câmara Municipal para o biênio 2023-2024, citando com destaque uma fala atribuída ao vice-presidente do Legislativo, André Batisti, o Deco (PL), e o acordo firmado entre nove parlamentares pela eleição de Vechi, que envolveria a vereadora Marlina Oliveira (PT).

Num áudio que circula em grupos de WhatsApp, o presidente da Câmara, Alessandro Simas (PP), o líder do governo, Nik Imhof (MDB), e Pirola são xingados de vagabundos e acusados de impulsionar “fake news” para pressionar apoiadores de Vechi a mudar de voto (o outro candidato a presidente, a princípio, é Pirola). “Só estão conseguindo [é] a gente tentar pedir uma cassação do Ari [Vequi, o prefeito] no próximo ano”, completa a gravação.

“O vereador Deco acabou de usar a tribuna dizendo que é de direita, mas acusa seus pares de subterfúgios pra tentar justificar a seus eleitores a manobra que estão fazendo em conjunto com a esquerda, com a vereadora Marlina, pra ganhar a presidência dessa casa”, afirmou Pirola.

“Eu gostaria que ele provasse o que nós impulsionamos contra ele. Eles fazem uma reunião, tiram uma foto abraçados com a vereadora Marlina, publicam no jornal e fazem um texto, essas imagens circulam a cidade e nós que impulsionamos? Nós que fizemos contra eles? [Estão] tentando desviar o foco do acordo que fizeram pra ganhar a presidência”, ressaltou.

O progressista disse que ele e os vereadores Alessandro Simas, André Rezini (Republicanos), Norberto Laurindo, o Beto Piconha (Podemos), Ivan Martins (Republicanos) e Nik Imhof não integram o grupo a favor de Vechi “porque lá está alguém [Marlina] que não pensa igual a gente”. “Eu não penso igual à esquerda. Então, é por isso que somos vagabundos?”, indagou. “E outra: ele [Deco] fala claramente em cassar o prefeito Ari. Ele sabe de algo pra cassar o prefeito e em dois anos não trouxe à Câmara pra abrir uma CPI? Se sabe de algo e não trouxe é prevaricação, é crime. Vai ter que responder. Vai responder”.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também