AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 07/02 - 17H

imprensa

24/11/2022

Explicações Pessoais

Nik Imhof esclarece pontos da reunião na Procuradoria-Geral do Município sobre manifestações em frente ao TG

Destaque

No bloco de Explicações Pessoais da sessão ordinária desta terça-feira, 22 de novembro, o vereador Nik Imhof (MDB) se manifestou sobre a reunião promovida na Procuradoria-Geral do Município na mesma data, acerca das manifestações que ocorrem em frente o Tiro de Guerra de Brusque (TG 05-005) desde os resultados do 2° turno das eleições.

Além do vereador e de representantes da Procuradoria, participaram do encontro o tenente-coronel do 18º Batalhão de PM-SC, Heintje Heerdt, o diretor de Trânsito de Brusque, Renato Bianchi e outros munícipes interessados. “Uma reunião a pedido da Polícia Militar para que se buscasse um consenso entre alguns moradores que estão reclamando dessa manifestação”, explicou o parlamentar.

Imhof se referiu a documento que circula nas redes sociais que cita, entre as deliberações da reunião, a orientação de líderes para que os manifestantes se façam presentes em outros locais, como por exemplo, a Praça Sesquicentenário e o Pavilhão da Fenarreco. “Surgiu na ‘boca pequena’ uma fofoca de que haveria um movimento, por parte de alguns, para protocolar uma ação no Ministério Público para que a Polícia Militar viesse a remover os manifestantes dali. Então, por isso foi só uma orientação. Jamais, em nenhum momento, foi falado para as pessoas se retirarem daquele local”, esclareceu Nik.

O vereador ainda criticou uma publicação feita na rede social do ex-prefeito Paulo Eccel (PT) acompanhada do texto “Hospício municipal de Brusque vai mudar de endereço”, referindo-se ao teor da reunião da Procuradoria. “Tenha mais respeito com o nosso cidadão, com o brusquense. Nós fizemos 80% dos votos para o Bolsonaro, ao contrário do PT. Tenha mais respeito por essas pessoas, são 80% dos votos de Brusque”, pediu Imhof.  

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também