AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 29/11 - 17H

SESSÃO ITINERANTE - CRISTALINA: 01/12 - 18H30

imprensa

11/08/2022

Pronunciamento

“Até agora nem uma rua foi feita”, cobra Deco Batisti ao falar sobre o Programa de Pavimentação Comunitária

Destaque

O vereador André Batisti, o Deco (PL), criticou na tribuna do parlamento a demora do governo municipal para colocar em prática o Programa de Pavimentação Comunitária de Brusque, criado por meio da Lei nº 4420/2021, oriunda de projeto do Executivo aprovado em setembro do ano passado, em dois turnos, pelo plenário da Câmara Municipal. “Até agora nem uma rua foi feita”, afirmou Deco durante a sessão ordinária desta terça-feira, 9 de agosto.

À época da tramitação da matéria no Legislativo, ele assumiu a função de relator do texto na comissão conjunta de Constituição, Legislação e Redação (CCLR), Finanças, Orçamento e Fiscalização Financeira (CFOFF) e Serviços Públicos (CSP). “Todas as bancadas ajudaram e a gente fez um projeto muito bom, que preserva o cidadão e a Prefeitura”, disse o edil. “O que me deixa pasmo é que mais de 30 ruas querem pagar para fazer o asfalto e até agora nada foi feito. O pessoal está com poeira e buraco na frente de casa”.

Líder do governo na Câmara, Nik Imhof (MDB) manifestou-se em aparte: “Realmente, a Prefeitura vem demorando para criar o decreto que regulamente essa legislação, mas na semana retrasada foi feita uma reunião e acredito que em algumas semanas esse decreto saia”. Ele sugeriu que o diretor de Parcerias Comunitárias da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos, Marcos Deichmann, seja então convidado a participar de uma sessão plenária a fim de explanar sobre o funcionamento do novo programa.

Deco também dirigiu críticas ao Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) pela qualidade dos serviços de repavimentação que eventualmente a autarquia executa após a realização de obras em vias públicas. “Para cortar, são perfeitos. Fazem um corte retinho, bonito, mas na hora de fechar é um traste, deixam o asfalto uma coisa péssima”, reclamou.

Nos telões do plenário, o vereador exibiu imagens da rua Gilberto Hassmann, no Rio Branco, evidenciando inúmeros buracos com água empoçada na via de chão batido. “Por ali, passam mais de mil carros ao dia, é o principal acesso ao Loteamento Jardim das Bromélias. O pessoal quer fazer e nem o carnê para pagar tem”, relatou.

O orador defendeu, ainda, que a Prefeitura priorize a execução dos serviços de pavimentação em ruas que ainda não a receberam antes de melhorar pistas já pavimentadas: “Não sou contra as melhorias, mas vamos melhorar onde está mais precário, no interior”.

Ao Executivo, Deco dirigiu o Pedido de Informação nº 115/2022, aprovado na Ordem do Dia, por meio do qual faz uma série de questionamentos ao prefeito Ari Vequi (MDB) referentes ao Programa de Pavimentação Comunitária.

Robson Caetano

Ao abrir seu pronunciamento, o liberal parabenizou o vereador Robson Caetano (Patriota) pelo discurso que o colega proferira pouco antes, com foco no transtorno da dislexia, do qual o patriota é portador. “Não precisamos de pessoas perfeitas, mas de pessoas honestas, sinceras e, principalmente, com vontade de fazer o melhor na vida do próximo e para o próximo”, declarou. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também