AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 11/10 - 17H

imprensa

09/02/2022

Pronunciamento

Rogério dos Santos comemora disponibilidade de novo serviço cartorial em Brusque

Destaque

O vereador Rogério dos Santos (DEM) falou durante a sessão ordinária desta terça-feira, 8 de fevereiro, sobre os resultados alcançados por uma proposição de sua autoria aprovada pela Câmara Municipal em setembro do ano passado. O Requerimento nº 128/2021 discorria a respeito da importância do serviço de apostilamento e apelava aos tabelionatos de notas de Brusque que encaminhassem seus respectivos credenciamentos para tal atividade junto à Corregedoria Geral de Justiça do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC).

Por meio do apostilamento, documentos pessoais, institucionais e profissionais são reconhecidos nas próprias origens, com validade imediata em todas as nações signatárias da Convenção de Haia. “Vale dizer que um diploma profissional de qualquer curso superior apostilado em um cartório de Brusque tem validade e aceitação em quaisquer das 160 nações signatárias desse tratado”, destacou o parlamentar.

“Em dezembro, recebemos mensagem da senhora Leila Ludin Zaniboni, tabeliã interina do 1º Tabelionato de Notas e Protestos de Títulos, dando conta do credenciamento de sua serventia, ao tempo em que comunicava que os serviços de apostilamentos já estavam disponíveis à sociedade brusquense e regional desde 22 de novembro”, contou Santos.

“As relações econômicas e sociais de Brusque com o além-mar são ativas por meio de intercâmbios e laços domésticos de origem que vencem gerações, sendo muito comum nossas famílias, mormente as mais estáveis, formarem seus filhos nas universidades europeias e norte [americanas]”, contextualizou.

UBS do São Luiz

Num segundo momento, ele solicitou ao vereador Nik Imhof (MDB), líder do governo na Câmara, que interceda junto ao prefeito Ari Vequi (MDB) em favor de pequenos serviços de aparelhamento, manutenção e conservação da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro São Luiz. “Não é possível admitir que servidores estejam fazendo ‘vaquinha’ para o pagamento de despesas correntes da unidade”, criticou.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também