AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA : 24/05 - 18H

imprensa

17/02/2009

Vereadores participam de café com servidores municipais aposentados

A manhã de terça-feira, 17 de fevereiro, foi de confraternização e boas notícias para os servidores municipais aposentados. Em café promovido pelo Sinseb - Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Brusque no salão paroquial São Luís Gonzaga, um grupo de 200 aposentados e pensionistas teve a oportunidade de conversar e reivindicar junto ao prefeito Paulo Eccel e aos vereadores Ademir Braz de Sousa (PMDB), Alessandro Simas (PR), Edson Muller (PP), Eduardo Hoffmann (PDT), Roberto Prudêncio (PDT) e Valmir Ludvig (PT).

De acordo com o presidente do Sinseb, Orlando Soares Filho, o encontro teve o objetivo de fomentar o diálogo e o entendimento entre a Administração Pública, o Sindicato e os aposentados. "Anos atrás nos foi vendido um sonho que representava a segurança de uma aposentadoria digna com direito a Plano de Saúde, a então PreviBrusque. Porém, em 16 de dezembro de 2004 deu-se início a um pesadelo diante da extinção desse Fundo de Assistência com R$ 7,5 milhões. Nesse sentido, queremos reivindicar maior atenção aos nossos anseios, em especial, quanto a instituição de uma Data-Base para revisão anual do salário e a reestruturação do Plano de Cargos e Salários", descreveu o presidente.

Orlando manifestou-se confiante em relação as iniciativas que a Administração Municipal deve tomar diante dos pedidos apresentados. "Temos convicção de que o prefeito não vai medir esforços para buscar a melhor solução, bem como, agradecemos também o carinho e a dedicação que os vereadores tem nos dedicado. Pois, é muito comum o aposentado ser sinônimo de despesa para a Administração Pública, e pedimos que os senhores nos ajudem a mudar esse olhar", ressaltou o servidor.

Representando o presidente da Câmara, Vilmar Bunn (PDT), o vereador Eduardo Hoffmann cumprimentou os aposentados e reforçou o compromisso do Poder Legislativo para com a classe dos servidores públicos. "Este certamente é um momento especial não só para os aposentados mas para todos os servidores. E como funcionário público que sou, posso afirmar que também fui contra a extinção da PreviBrusque, porém, na época não fomos ouvidos, mas acreditamos na Justiça", declarou Duda, garantindo ainda que a Câmara está aberta e atenta aos anseios da classe.

O parlamentar Ademir Braz de Sousa lamentou a extinção da PreviBrusque, mas disse estar confiante. "Na época, enquanto vereador lutamos contra a extinção e hoje, me sinto revigorado pois inicia uma nova fase, onde as perdas que tivemos deverão ser resgatadas por meio dos bons projetos que o prefeito Paulo deve encaminhar para a Câmara", observou Ademir.

A grande contribuição que os servidores aposentados representam para o Município foi enaltecida pelo vereador Alessandro Simas. "Essa classe muito já trabalhou e contribuiu para o desenvolvimento de nossa cidade, por isso, nada mais justo que receberem nosso apoio e respeito. E tenho certeza, que juntos, vamos alcançar tais desejos muito rapidamente", frisou o edil.

Edson Muller associou-se aos companheiros e reconheceu a situação de descaso e abandono com que os servidores municipais vêm convivendo nos últimos anos. "Sabemos o quanto essas reivindicações são justas e nos colocamos à disposição para colaborar no que for preciso", destacou "Pipoca".

Para o vereador Roberto Prudêncio, os servidores aposentados foram grandes alicerces e pilares da sociedade por muitos anos. "Por isso, merecem nosso respeito e podem com certeza contar conosco", concluiu o parlamentar.

Por fim, o prefeito Paulo Eccel firmou o compromisso de estabelecer junto ao Sindicato a Data-Base, bem como garantir o reajuste anual de salário aos servidores públicos municipais. "O salário mínimo aumenta todo ano. O IPTU aumenta todo ano e porque o salário do servidor não pode aumentar", indagou Paulo.

A reposição das perdas salariais também foi prometida pelo prefeito que revelou a intenção de encaminhar ao Legislativo, os projetos de lei que prevêem as alterações até o final do primeiro semestre ou início do segundo semestre de 2009. "Enquanto as mudanças não forem validadas, temos a preocupação de encontrar uma solução rápida para o assunto. Ontem recebemos um estudo das condições financeiras do Executivo e considerando que em dezembro de 2008 tínhamos 2.500 funcionários e que hoje, esse número é de 1.900, tivemos uma economia diante da redução de 600 servidores. E devido a essa economia, queremos imediatamente conceder aos servidores ativos e aposentados, já a partir desse mês de fevereiro, um abono mensal de R$ 200, enquanto não for aprovada a reforma do Plano de Cargos e Salários. Portanto, é uma garantia que queremos oferecer aos servidores", anunciou o prefeito, sendo aplaudido exaustivamente pelos presentes.

Áudio Relacionado

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também