AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA : 30/11 - 18H

AUDIÊNCIA PÚBLICA - REGULAMENTAÇÃO DO ART. 45 DO ESTATUTO DO MAGISTÉRIO PÚBLICO (REQUERIMENTO 122/2021): 01/12 - 17H45

imprensa

08/10/2021

Pronunciamento

Jean Pirola parabeniza participação do empresário brusquense Luciano Hang na CPI da Pandemia

Destaque

Em pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira, 5 de outubro, o vereador Jean Pirola (PP) comentou a participação do empresário brusquense Luciano Hang em oitiva Da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga possíveis omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia de Covid-19.

“Ele é chão de fábrica, veio de baixo e subiu por sua competência e honestidade, ao contrário do que muitos de esquerda falam contra ele”, declarou. “Quero externar os meus parabéns ao empresário Luciano Hang e tenho certeza de que ele representou Brusque, Santa Catarina e o Brasil. Todos estão acompanhando a verdadeira palhaçada que é a CPI, que tenta encontrar cabelo em ovo, encontrar alguma coisa neste governo que, até agora, demonstrou ser honesto e que está mesmo preocupado com a nossa população”, defendeu.

Pirola foi contundente ao criticar a posição do senador Omar Aziz (PSD) como presidente da CPI. “Lá para o estado dele [Amazonas] o Luciano levou oxigênio para a população, enquanto a família dele, esposa, irmão e cunhado estão presos por roubar o povo brasileiro”, acusou. “É uma vergonha numa CPI dessas o bandido querer apontar o dedo para cidadão de bem”, prosseguiu. O vereador ainda falou sobre a expectativa de que o dono da rede de lojas Havan pleiteie o cargo de senador: “Aí tenho certeza que vai colocar esse povo no devido lugar”.

Mural "Povo de dentro"

Em um segundo momento, o progressista se pronunciou sobre o caso do encobrimento com tinta verde do mural “Povo de dentro” do artista Douglas Leoni, nas paredes externas da Fundação Cultural de Brusque (FCB), caso que repercutiu entre os parlamentares na sessão ordinária do dia 28 de setembro.

O vereador se solidarizou ao secretário de Fazenda e Gestão Estratégica, William Molina, após o chefe da pasta ter revelado, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, 4, que teria autorizado a pintura da parede. “Um cara que eu respeito muito”, pontuou Pirola. Molina justificou que a pintura de verde fazia parte de uma reforma do local. “A forma como foi feita deveria ter sido diferente. Mas essa administração, da qual eu faço parte, foi massacrada nas redes sociais”, lamentou.

Em contraponto, Pirola citou que o relógio instalado em cima da Ponte Estaiada durante a gestão do ex-prefeito Ciro Roza teria desaparecido sem explicações. “Cadê a obra de arte que custou dinheiro ao município? Até hoje ninguém sabe responder, mas foi na administração do ex-prefeito Paulo Eccel que foi feita a retirada, porque era do Ciro Roza”, refutou.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também