AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA : 30/11 - 18H

AUDIÊNCIA PÚBLICA - REGULAMENTAÇÃO DO ART. 45 DO ESTATUTO DO MAGISTÉRIO PÚBLICO (REQUERIMENTO 122/2021): 01/12 - 17H45

imprensa

30/09/2021

Pronunciamento

Valdir Hinselmann alerta para falta de calçadas em ruas principais que ligam bairros da cidade

Destaque

Ao se pronunciar na sessão ordinária desta terça-feira, 28 de setembro, o vereador Valdir Hinselmann (PL) chamou a atenção para muitas vias de ligação entre os bairros da cidade que estão desassistidas de calçadas, colocando em risco a vida de pedestres. A Estrada Geral da Ponta Russa, a Travessa Lagoa Dourada, a Travessa Dom Joaquim e a Rua João Bianchini são algumas das ruas mencionadas por ele.

“São várias ruas principais que ligam os nossos bairros e a gente não vê as calçadas. Vemos crianças que vão para escola andando em cima da pista de rolagem”, alertou o parlamentar. “No meu ponto de vista, temos poucos acidentes acontecendo, tendo em vista a situação que temos no nosso município”, complementou.

Ele pediu ao governo municipal que analise meios para fiscalizar e garantir a construção de calçadas em Brusque que, em sua avaliação, já é um problema recorrente há muitos anos. “São situações que vêm preocupando e a nossa cidade cada vez cresce mais, e a quantidade de veículos é cada vez maior”.

Em aparte, Dalmolin citou outras vias, como a Avenida Primeiro de Maio, que também não tem infraestrutura adequada de passeios públicos. Após conversa com o diretor do Instituto Brusquense de Planejamento (Ibplan), Leonardo Schimtz, Hinselmann disse que observou que nos últimos 8 anos nenhum munícipe ganhou multa por não ter construído calçada ou por ter feito de forma irregular, caracterizando a falta de fiscalização do poder público municipal.

Rua Leônidas Padilha de Oliveira

O vereador ainda comentou na tribuna a demanda de moradores da Rua Leônidas Padilha de Oliveira, no bairro Dom Joaquim. Segundo o edil, ela foi pavimentada parcialmente com recursos provenientes de uma emeda parlamentar pleiteada pelo ex-vereador Tuta Duarte.

Ele pediu ao Poder Executivo que proceda com a conclusão da obra, por meio do Programa de Pavimentação Comunitária de Brusque, aprovado em segunda votação na Câmara, na sessão ordinária de 21 de setembro. “Como a população já ganhou metade dessa rua de graça, com a emenda parlamentar, eu acho quase que ridículo ela ter que pagar a outra metade”, avaliou. Para ele, o Poder Executivo deve usar recursos próprios ou buscar subsídios via emendas, para concluir a pavimentação.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também