AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA : 30/11 - 18H

AUDIÊNCIA PÚBLICA - REGULAMENTAÇÃO DO ART. 45 DO ESTATUTO DO MAGISTÉRIO PÚBLICO (REQUERIMENTO 122/2021): 01/12 - 17H45

imprensa

30/09/2021

Pronunciamento

“É fundamental ter uma câmera filmando”, defende Natal Lira sobre requerimento com foco em escolas municipais

Destaque

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 28 de setembro, o vereador Natal Carlos Lira (DC) voltou a falar sobre a proposta constante no Requerimento nº 125/2021, de sua autoria e aprovado por unanimidade na terça-feira passada, pelo qual ele sugere ao prefeito Ari Vequi (MDB) que determine a instalação de câmeras de vídeo, com dispositivos para gravação de imagens e áudios, nas salas de aula do Ensino Fundamental das escolas públicas municipais.

“Acho que é fundamental ter uma câmera filmando, para a garantia de alunos e professores. Eu não entrei com esse pedido para monitorar o professor ou para ser contra o aluno, é só por uma questão de dar um ambiente mais confortável a quem trabalha, porque todas as empresas bem-conceituadas, lojas, shoppings e centros comerciais são monitorados por câmeras internas e externas”, justificou o edil. “Vejo que isso seria muito importante”, emendou.

O parlamentar ressaltou as boas intenções de sua solicitação e divergiu da opinião sobre o assunto emitida pelo presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Brusque e Região (Sinseb), Orlando Soares Filho. Ao jornal O Município, o sindicalista declarou que tal medida feriria o direito de cátedra e também alertou para outras questões de segurança nos educandários, como o controle de portarias e a vulnerabilidade de acesso ao ambiente escolar.

“Não sei se é coletivo ou individual o que ele pensa, mas aparentemente esse presidente prega uma lei, mas não concorda com a educação que seria colocada, que seria tão fácil”, disse o vereador. “Esse pedido que eu fiz é para ter facilidade. Num eventual problema, a diretora pode requerer a fita”, cogitou. “Eu gostaria que virasse um projeto de lei, porque já temos escolas com câmeras internas e externas. Fala com esses diretores para ver se eles querem tirar as câmeras. Ao contrário, eles se sentem muito bem protegidos contra qualquer eventual tragédia, como aconteceu em Saudades”, completou adiante, para depois pedir ao plenário apoio à iniciativa.

Em apartes, Nik Angelo Imhof (MDB), líder do governo na Câmara, e Ivan Martins (DEM) apoiaram as ideias de Lira. Já Marlina Oliveira Schiessl (PT) afirmou compreender as preocupações do orador, mas reforçou os argumentos contrários à proposta apresentados pelo presidente do Sinseb. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também