AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA : 26/10 - 18H

SESSÃO ESPECIAL - DIA DOS PROFESSORES: 28/10 - 19H

imprensa

13/09/2021

Pronunciamento

Jean Pirola comenta manifestações de 7 de setembro: “Não quero o comunismo implantado e brigo por isso”

Destaque

As manifestações populares ocorridas em Brusque e em outras cidades do país no dia 7 de setembro foram tema do pronunciamento do vereador Jean Pirola (PP), durante a sessão ordinária da última quinta-feira, 9. “Vi que vários vereadores estiveram na praça [Sesquicentenário] e, mesmo sob chuva, a população brusquense veio em peso”, iniciou.

“Contrariando o que ouvimos de algumas pessoas, de que a manifestação era pró-presidente, na verdade não foi pró-Bolsonaro, foi pela liberdade, foi para que o STF [Supremo Tribunal Federal] repense o que está fazendo com o nosso país”, avaliou. “Para que o [ministro] Alexandre de Moraes reveja as suas decisões”, disse. “Onde vemos que, por uma opinião, o cidadão está sendo preso e, por outras ações, está solto”, complementou.

“Nós vimos o que acontece com o cubano. Fizeram um trabalho conjunto entre os países, os médicos vieram de Cuba, mas a maior parte do salário que esses trabalhadores ganhavam no Brasil voltava, obrigatoriamente, para o governo cubano”, relacionou.

“É isso que queremos para o nosso país? Eu não quero isso para os meus filhos. Eu não quero a volta da esquerda, do socialismo. Não quero o comunismo implantado e brigo por isso”, reforçou. Na tribuna, o vereador parabenizou o povo da Polônia: “destituíram o STF deles, que estava corrompido, e instituíram uma nova constituição, determinaram que o comunismo fosse crime naquele país”.

“Deixo aqui os meus parabéns a todo brasileiro de bem que foi às ruas, vestiu as cores verde e amarela, não vermelha. Aquele que se manifestou e lutou. E vamos continuar lutando para que o nosso país não vire uma Cuba, uma Venezuela ou uma Argentina”, discursou o progressista.

Emendas

Ele também se pronunciou sobre a solicitação de recursos feita ao deputado estadual Nazareno Martins (PSB) para a cidade. O progressista entregou ofícios de seu gabinete requerendo um total de R$ 370 mil, por meio de duas emendas parlamentares, para reforços à Educação municipal. Os pedidos foram repassados pessoalmente por Pirola a Camilo Martins, representante do deputado, em reunião no gabinete do prefeito Ari Vequi (MDB), no dia 8 de setembro.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também