AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 29/11 - 17H

SESSÃO ITINERANTE - CRISTALINA: 01/12 - 18H30

imprensa

03/12/2009

Presidente Vilmar Bunn esteve presente em reunião extraordinária do Conselho de Desenvolvimento Regional

O Presidente da Câmara Municipal de Brusque, Vereador Vilmar Bunn participou na manhã desta quinta-feira, 03 de dezembro, de uma Reunião Extraordinária do Conselho de Desenvolvimento Regional da SDR de Brusque. Esta reunião foi convocada pela Secretária Sandra Regina Eccel e aconteceu nas dependências da SDR em Brusque.

A reunião foi convocada, segundo a Secretária Sandra Eccel, para a análise e parecer dos Projetos da FAPESC – Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica de Santa Catarina. Inicialmente 16 Projetos foram apresentados e 05 foram selecionados pela FAPESC que irá destinar recursos da ordem de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) para a execução dos mesmos.

Estes projetos inclusive já haviam sido analisados na última Reunião do CDR realizada no dia 25 de novembro, na Sociedade Esportiva Bandeirante também em Brusque. Na ocasião os Conselheiros optaram por dividir os recursos em R$ 100.000,00 (cem Mil reais) para cada um dos Projetos apresentados: ADRVALE/AMPE/UNIASSELVI – Centro de Pesquisa em Inovação em Produtos de Moda para as Empresas do APL da Indústria de Confecção de Brusque e Região; Fundação Educacional de Brusque-UNIFEBE – Laboratório de Ensaios e desenvolvimento de produtos, com foco em inovação, tecnologia e sustentabilidade para a região de Brusque; Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina – Estruturantes Cerâmica Vermelha; Sindicato das Indústrias de Calçados de São João João Batista – Apoio à Inovação tecnológica, através do conforto para o setor calçadista do APL de São João Batista e Fundação Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI – Implantação do Núcleo de Inovação e Tecnologia no Vale do Rio Tijucas.

Na Reunião de hoje, antes da análise dos Projetos em Pauta, houve uma Palestra com o Presidente da FAPESC, Antônio Diomário de Queiroz, que fez um relato dos objetivos da entidade e explicou aos Conselheiros que a divisão dos recursos em R$ 100.000,00 (cem mil reais) para cada um dos 05 projetos selecionados iria inviabilizar a execução de todos eles. O Conselho deveria, segundo orientação do Presidente da FAPESC, optar por um dos Projetos. Uma proposta do Prefeito de São João Batista, Aderbal Manoel dos Santos, de que os recursos de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) deveria ser dividido entre as duas Universidades foi aprovada por 11 dos 19 Conselheiros presentes.

O Prefeito de Brusque, Paulo Eccel, propôs também que os recursos fossem divididos em R$ 380.000,00 (trezentos e oitenta mil reais) para a UNIFEBE e R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais) para a UNIVALI, já que o Projeto da Universidade Brusquense tem um custo superior ao da Univali. Ficou acordado também que as duas Universidades deverão absorver os outros três projetos que não foram contemplados na Reunião de hoje do CDR.

Os representantes da ADRVALE da AMPE não ficaram contentes com a decisão do Conselho. Danilo Moritz, Assessor Técnico da ADRVale, disse que o melhor projeto apresentado e reconhecido pela FAPESC foi o da ADRVALE/AMPE/UNIASSELVI e que pelo Edital este deveria ter sido o Projeto contemplado com os recursos, pois alcançou nota máxima na avaliação da FAPESC. As três entidades já manifestaram o desejo de recorrer à Justiça para tentar reverter a decisão do CDR.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também