AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA (online, via aplicativo): 09/06 - 17H

imprensa

19/02/2020

Comunidade

​Projeto que prevê Semana das Etnias é aprovado em segunda votação

Destaque

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 18 de fevereiro, vereadores aprovaram por unanimidade, em segunda discussão e votação, o Projeto de Lei Ordinária nº 69/2019, que institui no calendário oficial de datas do município de Brusque a Semana das Etnias, de autoria do vereador Gerson Morelli, o Keka (PSB).

O PL passa agora para sanção do prefeito Jonas Paegle (PSB) e, ao tornar-se lei, determina que a administração municipal realize ao final de cada mês de novembro, ações que promovam a valorização e o respeito à diversidade étnico-racial presente na sociedade brusquense.

Na tribuna, Keka reiterou que não basta só a instituição da data. “Nós precisamos de políticas públicas eficazes na promoção de ações sociais, culturais e educativas, por meio de feiras, palestras, momentos de troca e quaisquer outros meios relacionados", solicitou.

O vereador pediu atenção especial aos venezuelanos e haitianos que se encontram na região. “Já chegaram faz tempo na nossa cidade e precisam do nosso acolhimento”, pediu o parlamentar. “Precisamos de políticas públicas que coloquem esses irmãos refugiados no mercado de trabalho. A cada semáforo de Brusque tem um venezuelano pedindo emprego, dinheiro para comprar fralda ou comida”, narrou.

Ele abordou a necessidade de composição de mais grupos de dança e de canto na comunidade. “Na Fenarreco trazem grupos de fora. Nós não temos nada aqui e isso tudo tem um custo, por isso a festa dá prejuízo”, avaliou. Keka fez uma comparação com cidades próximas como Blumenau e Pomerode que, em sua visão, fomentam mais a cultura por meio de grupos folclóricos.

O vereador Jean Pirola (PP) se manifestou em aparte, favoravelmente ao projeto e complementou que a diversidade da comunidade brusquense não envolve somente os povos colonizadores, mas também os indivíduos provenientes de outros estados brasileiros da região Nordeste ou de municípios do próprio estado de Santa Catarina. Também em aparte, o vereador Claudemir Duarte, o Tuta (PT) definiu o projeto como uma forma de homenagem. “É uma maneira de agradecer as pessoas que já vieram muitos anos atrás para a nossa cidade. Não só quem está vindo agora, mas quem já vem contribuindo e formando famílias”, defendeu.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também