AGENDA

Sessão ordinária: 27/02/2020 - 17H

imprensa

14/02/2020

Pronunciamento

Tuta Duarte pede aperfeiçoamento de obras de drenagem pluvial no município

Destaque

Ao se pronunciar na tribuna durante a sessão ordinária desta terça-feira, 11 de fevereiro, o vereador Claudemir Duarte, o Tuta (PT), tratou de transtornos causados pelas recentes chuvas em Brusque. O parlamentar levantou a necessidade de aperfeiçoamento da estrutura de drenagem pluvial em alguns pontos da cidade.

“Nestes tipos de enxurradas, o canal extravasor da Beira Rio tem que ser interligado. Não adianta ter a vasão, pois às vezes, a menos de 1 km, o rio está vazio e aquela localidade está com água dentro de casa”, relatou. Ao se referir às obras de macrodrenagem realizadas com verbas provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Tuta afirmou que “Brusque começou a ver galerias [de água] de 2009 pra frente”.

Ele pontuou que cabe à Prefeitura executar ações neste sentido. “Ainda existem muitas obras de macrodrenagem na nossa cidade, de quando veio o recurso, desde 2009, do governo federal, na época do [ex-prefeito] Paulo Eccel”, relembrou. “Mas sempre digo que todos os prefeitos têm que executar e aperfeiçoar, pois a cidade daqui para a frente só vai piorar”, pontuou.

Por fim, ele solicitou atenção especial para galerias e obras de drenagem na Rua Azambuja e na Avenida Primeiro de Maio, afirmando “que tem muito ainda a ser feito” nestas localidades para prevenção de problemas com águas pluviais. “Sempre peço para que deem um carinho especial. Dessa forma, vamos dar pelo menos uma esperança a essas pessoas que estão com água dentro de casa”

AMA Brusque

O orador também destacou em seu pronunciamento, a presença de voluntários da Associação de Pais, Amigos e Profissionais dos Autistas de Brusque (AMA Brusque) nas galerias do plenário. No início da sessão, a presidente da entidade, Guédria Motta, utilizou o espaço da tribuna para solicitar apoio à casa legislativa na conquista de sede própria e ampliação de atendimento a crianças autistas. “Na verdade, quem vai ser ajudado é o Poder Público, pois aquele dinheiro será investido na entidade onde há várias pessoas que fazem trabalho voluntário”, contribuiu Tuta.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também