AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA (online, via aplicativo): 22/09 - 17H

imprensa

05/12/2019

Pronunciamento

​Marcos Deichmann comenta formação de CPI que irá investigar denúncias de fraude no Fundo de Assistência Social

Destaque

Em pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira, 3 de dezembro, o vereador Marcos Deichmann (Patriota) falou sobre o Requerimento nº 102/2019, que propõe a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI para investigação de possíveis fraudes no Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS). As denúncias são referentes a irregularidades no processo licitatório de fornecimento de cestas básicas e de alimentação escolar.

Na avaliação do vereador, será um trabalho paralelo ao Ministério Público (MP – SC). “A gente sabe que o processo do MP é mais adiantado que o processo de CPI, dentro da Câmara. Burocraticamente, eles conseguem atingir um resultado muito mais adiantado”, explicou o Deichmann. “Mas nós, como representantes da comunidade também somos cobrados”, justificou.

Ele pontuou que os fatos ainda não foram apurados, não sendo possível afirmar se as irregularidades ocorreram, de fato. “Como fiscalizadores do poder público, não podemos fechar os olhos e deixar as coisas acontecerem, para depois saber os resultados”, declarou. Em apartes, os vereadores Claudemir Duarte, o Tuta (PT) e Paulinho Sestrem (Patriota), que também assinam a autoria da proposição, manifestaram apoio a Deichmann.

Fomento ao esporte

Em outro momento de sua fala, o parlamentar abordou o pedido levantado pelo vereador Gerson Morelli, o Keka (PSB), à classe empresarial brusquense para que fomente, por meio de patrocínio, as atividades de esportistas da cidade.

Deichmann relatou ter recebido visita do atleta de BMX - Bicicross, Ariel João da Silva, que solicitou apoio ao vereador para fomento à sua participação em atividades da modalidade: “São atletas de alto rendimento, que se emprenham e, infelizmente, não tem uma estrutura e não conseguem arrancar do próprio bolso pra manter o seu trabalho”.

O vereador Alessandro Simas (PSD), em aparte, repassou informações anunciadas pela Fundação Municipal de Esportes, de que há possibilidade de alteração na Lei Municipal 3310/2010 — que instituiu a bolsa-atleta e a bolsa-técnico — onde a bolsa-técnico passaria a ter exigência de cumprimento de horas, possibilitando trabalho mais extensivo com atletas de base. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também