AGENDA

COLETIVA DE IMPRENSA - COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO: 21/11 - 16H

SESSÃO ORDINÁRIA: 26/11 - 17H

imprensa

03/10/2019

Pronunciamento

​Marcos Deichmann cobra aplicação do Regimento Interno da Câmara

Destaque

Em pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira, 1° de outubro, o vereador Marcos Deichmann (Patriota) discorreu acerca de quebras regimentais em reuniões do Poder Legislativo. A respeito do espaço ocupado pelo administrador do Hospital Azambuja, Evandro Rosa, momentos antes, ele observou que não foi permitido que os parlamentares presentes dirigissem questionamentos ao convidado.

“O regimento permite sim que os vereadores façam questionamentos e Vossa Excelência não deixou que isso acontecesse. O assunto com certeza é relevante”, disse, ao se dirigir ao presidente da mesa-diretora, José Zancanaro (PSB). Deichmann fez a leitura do artigo n° 238, constante ao regimento que aborda a modalidade: “Após as explanações do convidado, dar-se-á a palavra aos vereadores", pontuou.

O orador criticou o teor de entrevistas concedidas por Zancanaro à imprensa local, sobre manifestações de Deichmann na discussão de um projeto de lei e citou que o presidente o teria chamado de demagogo. “Na rádio, eu fui chamado de papagaio de pirata e demagogo. Não aceito isso, foi uma infelicidade imensa". Na tribuna, ele pediu reciprocidade no cumprimento dos termos regimentais e "não fazer da forma que achar conveniente". Por fim, ele cobrou: "Se é para os vereadores, a presidência também tem que seguir”.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também