AGENDA

RECESSO PARLAMENTAR: 17/07 - 31/07

SESSÃO SOLENE - TÍTULOS DE CIDADÃO HONORÁRIO: 01/08 - 19H

imprensa

10/07/2019

Integração

Programa Câmara Itinerante é lançado no Paquetá

Destaque

Com o propósito de aproximar Poder Legislativo e sociedade, a Câmara de Vereadores de Brusque foi até o Paquetá nesta terça-feira, 9 de julho, para a primeira reunião do Programa Câmara Itinerante, sediada na Escola de Ensino Fundamental Paquetá. Estudantes, professores e moradores do bairro prestigiaram em grande número a sessão, da qual participaram vereadores e o prefeito Jonas Oscar Paegle (PSB).

“Esta escola, por um momento, torna-se um braço do Legislativo brusquense”, disse o presidente da Câmara, José Zancanaro, ao abrir os trabalhos. “Hoje, o que acontece aqui é a função administrativa da Câmara, para ouvir a comunidade e levar suas sugestões e prioridades ao Poder Executivo. Todos os vereadores estão empenhados em colaborar, abraçar as causas”, complementou.

Depois, um a um, os demais vereadores se apresentaram. Em comum nos seus discursos, esteve a ênfase no objetivo consensual de se inteirar sobre os anseios e demandas dos moradores, a fim de trabalhar na busca de soluções junto ao Executivo e os munícipes. O diálogo mais próximo e direto entre Câmara e população foi lembrado nos pronunciamentos, não obstante a casa legislativa esteja sempre aberta a quem procura pelos vereadores.

Paegle, por sua vez, relatou passagens de sua trajetória política, encorajando os mais jovens a se envolverem com os assuntos públicos. “Essa reunião itinerante é fundamental. É um contato muito íntimo entre a comunidade, a Câmara e a Prefeitura. A gente vê a dificuldade das regiões, cada uma com seus problemas. Há muitas falhas do passado, mas precisamos olhar para o futuro e lutar para sermos melhores”, afirmou o chefe do Executivo.

Demandas do Paquetá

Edson Hoffmann, escolhido líder comunitário para a ocasião, elencou as principais reivindicações do Paquetá e áreas vizinhas. Uma delas se relaciona à obra de drenagem do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) executada na localidade Rainha. Segundo Hoffmann, as bocas de lobo ali instaladas são pequenas e não dão conta da vazão das águas pluviais, embora as galerias subterrâneas estejam a contento. “Uma solução rápida seria fazer uma grade de captação que ligue uma boca de lobo a outra, aumentando o espaço para que a água possa fluir”, sugeriu.

A praça pública próxima da unidade básica de saúde (UBS) do bairro também tem sido motivo de preocupação. Hoffmann ressaltou a falta de segurança por quem frequenta o espaço, que virou ponto de consumo de drogas e alvo de depredações. A própria UBS, acrescentou, recentemente foi incendiada. “A gente tinha um vigilante, mas ele foi retirado, e não compensa arrumar uma coisa que logo será destruída pelos maus elementos. Infelizmente, há temor em denunciar certas pessoas”, alertou. Uma das propostas citadas por ele, neste caso, é derrubar os quiosques existentes no local e construir no lugar um centro comunitário, que serviria inclusive para as reuniões do clube de mães.

Nas proximidades do Zé Melo Materiais de Construção, em região já pertencente ao Cedrinho, continuou Hoffmann, as calçadas acabaram destruídas pelas águas das chuvas, que transbordam da tubulação e invadem residências. Enquanto a falta de passeios coloca em risco a vida de quem caminha pela região, mosquitos, baratas, ratos e esgoto lançado a céu aberto num ribeirão ameaçam a saúde pública nas proximidades da rua Jacob Schmidt. O pedido é que os engenheiros da Prefeitura estudem qual a melhor maneira de resolver esse transtorno.

Ele também solicitou que seja providenciada a concretagem ou o asfaltamento de um morro que fica no entroncamento da travessa Dom Joaquim, a fim de evitar o entupimento da tubulação, e a instalação de mais bocas de lobo na rua Alvin Augusto Klann. “Existem várias situações que não estão escondidas, elas estão a olho nu” - observou Hoffmann.

O líder comunitário listou ainda outras demandas, algumas relacionadas à estrutura física da E.E.F Paquetá, que necessita de intervenções para garantir acessibilidade a todos os alunos. A cobertura da quadra de esportes também carece de atenção e o espaço precisa de uma solução que garanta isolamento acústico para os ensaios da fanfarra do educandário.

Ao finalizar o encontro, Zancanaro afirmou que as colocações de Hoffmann serão registradas e encaminhadas à próxima sessão ordinária da Câmara, na terça-feira, 16, em proposição a ser subscrita por todos os vereadores.

Com o presidente do Legislativo, participaram da sessão itinerante Alessandro Simas (PSD), Ana Helena Boos (PP), André Rezini (PPS), Celso Carlos Emydio da Silva, o Dr. Celso (DEM), Claudemir Duarte, o Tuta (PT), Cleiton Luiz Bittelbrunn (Patriota), Gerson Luís Morelli, o Keka (PSB), Ivan Martins (PSD), Jean Pirola (PP), Leonardo Schmitz (DEM), Marcos Deichmann (Patriota), Paulinho Sestrem (Patriota) e Sebastião de Lima, o Dr. Lima (PSDB). Joaquim Costa, o Manico (MDB), justificou a falta por motivo de saúde.  

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também