AGENDA

RECESSO PARLAMENTAR: 17/07 - 31/07

SESSÃO SOLENE - TÍTULOS DE CIDADÃO HONORÁRIO: 01/08 - 19H

imprensa

05/07/2019

Pronunciamento

​Alessandro Simas diz que Prefeitura estuda retomar parcerias com sindicatos para consultas médicas

Destaque

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta terça-feira, 2 de julho, o vereador Alessandro Simas (PSD) disse que a sugestão levantada na tribuna por Ivan Martins (PSD) - para que a Prefeitura retome as parcerias com os sindicatos trabalhistas para a oferta de consultas médicas - vem sendo estudada junto às entidades sindicais, mas alguns detalhes ainda estão sendo negociados.

“O convênio por si só é inconstitucional, pois fere o acesso ao sistema [público de saúde], já que as pessoas [sindicalizadas] teriam o benefício de se adiantar, então, ainda está se tentando chegar num consenso”, afirmou o parlamentar, líder do governo Jonas Paegle (PSB) na Câmara Municipal.

Claudemir Duarte, o Tuta (PT), argumentou que parcerias desse tipo viriam a contribuir com a prestação de serviços em saúde. Já Sebastião de Lima, o Dr. Lima (PSDB), ponderou que os problemas relacionados à área são polêmicos e aparecem de forma imediata, mas que, “com certeza, o secretário Humberto Fornari está em busca de soluções para atender a comunidade dentro das possibilidades legais”.

CAPS x Ginástica Rítmica

Num segunda momento, Simas respondeu às críticas de Paulinho Sestrem (Patriota) a respeito do uso da quadra de esportes do prédio onde está instalado o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) para a realização das aulas de ginástica rítmica oferecidas a crianças e adolescentes por meio da Fundação Municipal de Esportes (FME).

“Ontem [dia 1º], houve uma reunião na Secretaria de Saúde com pessoas responsáveis pelo CAPS e algumas mães, na qual não pude estar presente por problemas de saúde. É importante citar que sempre lutamos pela ginástica. Como eles iriam ficar sem local para treinamento e não havia condições de se locar outro imóvel, partiu da própria equipe, de algumas mães, a ideia de utilizar aquele espaço de forma compartilhada”, ressaltou.

“É bom frisar que o secretário de Saúde era contrário, até pela situação dos atendimentos no CAPS, mas estamos a pouco tempo de conseguir fazer com que a ginástica vá para o ginásio do bairro São Luiz. Estamos verificando essa disponibilidade. A preocupação é de todos nós e isso vem sendo monitorado. O local era temporário, porque sabíamos dessa situação, mas vamos buscar uma alternativa para dar melhores condições de treinamento às crianças”, acrescentou.

“A ginástica rítmica, que era uma modalidade comum, hoje representa Brusque em nível internacional, então, temos que dar essa condição e vamos encontrar a solução o mais breve possível”, concluiu o vereador. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também