AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 19/11 - 17H

imprensa

14/06/2019

Pronunciamento

​Paulinho Sestrem destaca obras para construção de rotatória no Loteamento Cyro Gevaerd

Destaque

Em pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira, 11 de junho, o vereador Paulinho Sestrem (Patriota) projetou vídeos que registram riscos causados por manobras arriscadas a que se submetiam os ônibus do transporte público municipal, na entrada do Loteamento Cyro Gevaerd.

Em seguida, o parlamentar apresentou imagens de obras de uma rotatória na região, no sentido de promover a segurança de usuários da linha, pedestres e do trânsito local. “Vamos ter muito mais segurança, tanto para crianças que vão para a escola, quanto para os ônibus fazerem essa volta. Vai disciplinar a saída do loteamento e vai diminuir muito a chance de um acidente naquela localidade”, destacou, ao parabenizar o Executivo pela ação.

Saúde pública

Sestrem ainda se pronunciou sobre a situação da saúde pública no município e relatou ter recebido críticas de munícipes que não encontraram médicos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros e tiveram que buscar a atendimento no Hospital Azambuja. “A gente cobra mais uma vez, ao secretário, ao prefeito e ao vice-prefeito, a disponibilização de uma equipe de médicos da família até às 22h naquelas três unidades, a Santa Terezinha, o Dom Joaquim e a Águas Claras”, pediu.

O vereador avaliou como adequada a suspensão de discussão por 30 dias do requerimento de sua autoria, votado na sessão anterior. Ele propôs a criação de uma Comissão Especial para analisar se foram concretizados os encaminhamentos realizados pela Comissão Especial da Saúde, bem como, a ampliação das investigações, esclarecendo a situação do setor no município. O plenário decidiu postergar a votação para que antes, fosse realizada uma reunião na Câmara para esclarecimentos de informações por parte da Secretaria de Saúde e do Hospital Azambuja, sobre atendimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na unidade.

O orador ainda lamentou a decisão noticiada recentemente, de que o convênio médico entre a Prefeitura e os sindicatos brusquenses, interrompido em 2016, não será retomado. “Os nossos sindicatos aqui têm estrutura, médicos e bons profissionais que podem dar essa contrapartida e auxiliar o Executivo em toda a estrutura das unidades de saúde básica”, frisou.

Saiba mais sobre o assunto: Câmara convoca reunião com o secretário de Saúde e representantes do Hospital Azambuja.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também