AGENDA

REUNIÃO PÚBLICA - URBANIZAÇÃO DA CRISTALINA (CAPELA SÃO FRANCISCO DE ASSIS): 22/03 - 19H

SESSÃO ORDINÁRIA: 26/03 - 17H

imprensa

14/03/2019

Pronunciamento

Jean ​Pirola apresenta ações junto à Alesc após a audiência pública que tratou do Registro de Imóveis

Destaque

Em pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira, 12 de março, o vereador Jean Pirola (PP) discursou a respeito da audiência pública realizada em 7 de março, que pôs em discussão a intervenção no Cartório de Registro de Imóveis de Brusque pela Corregedoria-Geral do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC).

Pirola avaliou como uma das maiores audiências realizadas pelo Legislativo. “Foi fantástica e demonstrou que a população está unida. Não tem ninguém contra ou querendo a cabeça de alguém. Queremos apenas solucionar.  É um problema grave, que está trazendo prejuízos para o nosso município”, relatou sobre o evento.

O orador registrou a entrega de ofícios ao deputado estadual João Amin (PP), em 11 de março, na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc). O vereador afirmou que Amin deve dar andamento às reivindicações, em nome do município de Brusque, junto ao Legislativo estadual e as comissões internas da casa.

“Temos o compromisso do deputado, junto à bancada do Partido Progressista PP, que estará fazendo as reuniões necessárias ainda esta semana. É mais uma voz que se ergue na tentativa de solucionar essa questão”, disse, ao ressaltar que, desde novembro de 2018, não são realizados registros de imóveis na cidade.

Loteamento Emma II

O parlamentar enalteceu o atendimento da Prefeitura e secretarias à comunidade do Loteamento Ema II, localizado no bairro Limoeiro. Ele apresentou imagens após a execução da limpeza de vegetação próxima às calçadas. “Estava colocando em risco a segurança das pessoas que lá trafegam”, alertou. Ainda sobre o loteamento, o parlamentar repassou informações emitidas pela Associação de Moradores da localidade, a respeito da construção do Posto de Saúde na região, que se encontra em fase de finalização.

Pirola relembrou outra situação enfrentada pelo Emma II. “Eu me recordo de uma luta que tivemos nesta casa, em 2015, quando a Prefeitura queria utilizar algumas áreas públicas dos loteamentos para construção de condomínios do Programa Minha Casa Minha Vida”. A localidade, segundo o vereador, foi a mais defendida na Câmara, uma vez que a construção de prédios atingiria o terreno utilizado como área de lazer pelas crianças. “Queriam construir, sem um estudo prévio, sem consulta da comunidade local”, criticou.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também