AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 05/02/2019 - 17H

imprensa

13/12/2018

Pronunciamento

​Marcos Deichmann rebate pronunciamento de Jean Pirola

Destaque

Em pronunciamento realizado na sessão ordinária desta terça-feira, 11 de dezembro, o vereador Marcos Deichmann (Patriota) prosseguiu com a discussão em torno das eleições para a mesa diretora, no Biênio 2019-2020.

“Se as pessoas firmaram um acordo e prometeram que a coisa iria acontecer daquele jeito, então que se cumpra”, pontuou. “Essa questão sobre as eleições que foi comentada por Jean Pirola não foi colocada na época. Isso veio à tona agora, justamente por que ele perdeu as eleições e quis culpar todos os candidatos que atrapalharam sua campanha”, afirmou, se referindo ao pronunciamento do parlamentar Jean Pirola (PP).

Deichmann declarou que a reunião para definir o referido acordo suprapartidário, em 2016, deveria ter sido registrada em áudio e vídeo, “para que a população soubesse a verdade”. Ele relatou que, na época, os vereadores não tinham intenção de se candidatar às eleições de 2018, “eu me coloquei como candidato à deputado estadual no último dia”, frisou.

“Em nenhum momento foi colocado no acordo que os membros do grupo teriam que apoiar Vossa Excelência na campanha”, questionou, se dirigindo a Pirola. Em aparte, Pirola disse que nunca exigiu esse apoio. Para ele, “a derrota foi da cidade”, sem representatividade entre os eleitos. “Eu acreditei em vocês, a partir do momento que eu renunciei à presidência [2017] apareceram cinco candidatos, aí é fácil”, complementou.

Deichmann ressaltou que os vereadores têm o direito de livre escolha. “Se quiser mudar de ideia, muda. É democrático. Agora, não invente mentira a respeito do que foi acordado para fazer justificativa”. Ele ainda prosseguiu: “Dar justificativa furada também é uma forma de fazer pressão nas pessoas que aqui firmaram aquele compromisso”.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também