AGENDA

FACULTATIVO : 21/06 - PONTO

SESSÃO ORDINÁRIA : 25/06 - 17H

imprensa

12/12/2018

Pronunciamento

​“Não cabe levantar estranhezas, apontar o dedo e ameaçar”, diz Tuta Duarte

Destaque

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta terça-feira, 11, o vereador Claudemir Duarte, o Tuta (PT), prosseguiu com o debate levantado pelo vereador Ivan Martins (PSD) acerca das negociações políticas relacionadas à sucessão na presidência da Câmara Municipal para o biênio 2019-2020.

“Elogio os presidentes Dr. Celso e o Jean Pirola não só na tribuna, mas por qualquer lugar aonde vou. O pessoal pergunta e eu tenho orgulho de falar. Sem dúvida, como disse o vereador Ivan, todo mundo trabalha por um interesse maior. Mas se houve algo acordado em grupo [entre lideranças partidárias, a respeito da presidência do Legislativo, após as eleições municipais de 2016], que fale, mas sem ficar ameaçando”, sugeriu o orador, dirigindo-se a Martins.

“A princípio, havia sido falado sobre as pessoas que iriam ocupar a presidência. Eu vim para a mesa diretora. Não tem problema nenhum em falarmos que houve um acordo, que fizemos reuniões a respeito das eleições para a presidência. Cada um procura fazer o seu melhor. Nem quero que venham me procurar, porque todo mundo já sabe da minha decisão”, acrescentou. “Qual é a eleição da Câmara que não se conversa? Até parece que só nós [o grupo de oposição] conversamos. Não teve conversa do outro lado?”, indagou adiante. “Para mim, isso é tranquilo”.

“Não tenho medo de nada que seja dito com o objetivo de me constranger. Estou decidido e não tenho problema algum quanto a essa questão. Converso de política com qualquer um e não sou de ficar apontando o dedo para o trabalho alheio. Voto para ganhar e para perder também. Se votar sozinho, não tem problema. A Câmara teve um andamento 100%, sim. Cada vereador se dedicou da maneira que pôde e acha correto. Sobre a eleição da Câmara, deixo minha posição, que isso venha a fortalecer cada vez mais a casa legislativa. Não cabe levantar estranhezas, apontar o dedo para vereadores e ameaçar”, ressaltou Tuta. “[A legislatura] andou muito bem nesses dois anos. Os dois presidentes, Dr. Celso e Jean, apresentaram os balanços, os avanços que a Câmara teve. Parabenizo ambos, pois tivemos muitos avanços”.

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também