AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 18/12 - 17H

imprensa

28/11/2018

Pronunciamento

​Jean Pirola repudia violência sofrida por vigia do Terminal Urbano

Destaque

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta terça-feira, 27, o vereador Jean Pirola (PP) comentou a agressão sofrida por um vigia do Terminal Urbano de Brusque. No telão do plenário, ele exibiu dois vídeos que registraram o fato. O primeiro, de uma testemunha, mostra o servidor público atacando com um pedaço de pau um ciclista, que revida o gesto. O outro vídeo - maior e com imagens capturadas por uma câmera de segurança -, inclui o momento anterior, quando o ciclista, após atravessar numa passagem exclusiva de ônibus e ser interpelado pelo vigia, arremessa contra ele a bicicleta. Depois disso, os dois começam a brigar.

“Algumas pessoas viram apenas a parte final do vídeo e ficaram contra o servidor, que defende o patrimônio público e zela pela segurança de quem circula pelo terminal. Imaginem se este cidadão não estivesse ali, coibindo as pessoas de circularem entre os ônibus e cortar caminho - como estava fazendo o ciclista, graves acidentes poderiam acontecer”, disse o vereador. “Na verdade, o vigia estava fazendo sua atribuição e foi covardemente agredido, levou pauladas na cabeça e nos braços, teve um corte profundo no crânio, sangrou e ficou muito ferido até ser atendido pelo Corpo de Bombeiros”.

Pirola repudiou em seguida toda violência direcionada a servidores públicos: “Já tivemos professores, bombeiros e policiais militares agredidos. Qualquer um de nós poderá ser o próximo, pois somos funcionários públicos. Isso está inadmissível. Não se tem mais segurança. As pessoas estão perdendo a cabeça por situações que elas mesmas provocam”, alertou. “Venho aqui, entristecido, enaltecer o trabalho dos servidores públicos”. Ao concluir, o orador lembrou da facada sofrida pelo então candidato à presidência, Jair Messias Bolsonaro (PSL): “Ele poderia ter morrido. Foi por um milagre que escapou”. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também