AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 18/12 - 17H

imprensa

11/07/2018

Pronunciamento

Dr. Lima comenta abertura do Imigrantes Hospital e Maternidade

Destaque

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta terça-feira, 10, o vereador Sebastião Lima, o Dr. Lima (PSDB), refletiu sobre a importância de instituições que norteiam o crescimento das sociedades – como a escola, a igreja e o hospital – e comentou a abertura do Imigrantes Hospital e Maternidade, anunciada para esta quinta-feira, 12.

O parlamentar lembrou que, em 1902, o hospital Azambuja iniciou suas atividades, e em 1938 foi a vez da comunidade evangélica fundar a maternidade que evoluiu mais tarde para o hospital evangélico e maternidade (HEM). “Ao longo desses anos, sempre houve a necessidade do atendimento hospitalar. O hospital evangélico veio para suprir o crescimento da cidade. Hoje, temos três instituições: o Dom Joaquim, o Imigrantes e o Azambuja”, destacou.

“O Imigrantes abrirá um pronto atendimento. Hoje, mais ou menos 35 mil pessoas são atendidas por mês no Azambuja, nos postos de saúde e na policlínica. Esse número é variável. Com o fechamento do hospital evangélico, o Azambuja fez um trabalho excelente, suprindo em grande parte as necessidades. Não temos como mensurar a parte não suprida, pois essas pessoas acabaram se deslocando para outras cidades”, prosseguiu.

Dr. Lima calcula que o número de consultas mensais somente no Azambuja gire em torno de oito mil. A instituição possui cerca de 300 leitos. “De forma geral, em oito mil atendimentos, não chega a 5% a necessidade de internação”, observou. “Exemplificando, a cada mil atendimentos, 50 pessoas precisam ser internadas, mas os outros 950 casos são resolvidos e liberados”.

“Com certeza, não era a intenção do Imigrantes abrir assim, mas as exigências legais e as liberações não permitiram que ele fosse aberto da forma adequada, funcionando completamente, porque algumas partes do hospital, a partir do fechamento do HEM, precisam entrar com novas solicitações e liberações, em relação ao Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e outros”, disse o orador em esclarecimento aos comentários de Marcos Deichmann (Patriota), na mesma reunião, sobre os prazos de abertura das unidades de centro cirúrgico, terapia intensiva (UTI) neonatal, maternidade e UTI geral do Imigrantes. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também