AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA : 28/06 - 18H

imprensa

04/02/2009

Primeira sessão ordinária tem participação do prefeito e vice-prefeito

A Câmara de Vereadores de Brusque deu início aos trabalhos legislativos com plenário lotado e a presença do prefeito Paulo Roberto Eccel e do vice Evandro de Farias, na noite de terça-feira, 3 de fevereiro.

Em sua estreia como presidente do Legislativo, o vereador Vilmar Bunn conduziu a reunião dando boas vindas inicialmente aos companheiros Ademir Braz de Sousa, Alessandro Simas, Celso da Silva, Edson Muller, Eduardo Hoffmann, Jonas Paegle, Jones Bósio, Roberto Prudêncio e Valmir Ludvig, e logo, convidando o prefeito e o vice para integrarem a Mesa dos Trabalhos e concedendo a palavra ao Chefe do Executivo, para que deixasse sua mensagem de início de governo aos vereadores.

Utilizando a tribuna, Eccel manifestou que sua participação na primeira sessão do ano, tinha a razão de retribuir a agradável visita que recebeu do presidente e demais vereadores durante o mês de janeiro. "Minha vinda também representa o respeito da Administração Municipal a essa Casa. Sabemos que estamos em poderes diferentes, mas que estes poderes têm que manter a harmonia entre si, portanto, agradeço ao presidente a gentileza de permitir nossa participação, nesta reunião, em que também aproveitamos para trazer pessoalmente os cinco primeiros projetos de lei do nosso governo, a fim de que sejam submetidos ao crivo de vossas excelências", descreveu.

De acordo com o prefeito, o primeiro projeto solicita a autorização do parcelamento da dívida ativa, que hoje gira em torno de R$ 30 milhões, para que possa ser feito pela população em até 24 meses, pois a atual legislação não permite o parcelamento e somente o pagamento à vista. "Outro projeto pede a autorização para que possamos publicar os atos legais, como editais de licitação, no site da Federação Catarinense dos Municípios - Fecam. Essa é uma prática que todos os municípios vêm aderindo e que também queremos adotar. Já no terceiro projeto, solicitamos um remanejamento orçamentário, para que possamos transferir verbas da Procuradoria Geral para o Gabinete do Prefeito. Essa é uma necessidade, pois é do Gabinete do Prefeito que tem saído o pagamento de todas as despesas relativas ao atendimento às pessoas atingidas pelas chuvas de novembro do ano passado. Temos uma infinidade de valores de aluguéis que a administração vem pagando às famílias atingidas", especificou Eccel.

Por fim, o chefe do Executivo, referiu-se ao quarto projeto, que requer autorização para que a Prefeitura possa repassar o valor mensal de R$ 1 mil ao Clube de Astronomia de Brusque, para pagamento de despesas básicas, como telefone e energia elétrica; e ao último projeto, apontado como um dos mais importantes, que visa autorizar o Executivo a firmar convênio com o Clube de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Brusque. Dessa forma, o trabalho de elaboração de laudos técnicos relativos a situação dos terrenos, residências e ruas afetados pelas cheias de novembro, que vem sendo realizado pelos profissionais do Clube, terá um custo baixo para a municipalidade.

Eccel concluiu sua manifestação, reafirmando a abertura da Administração Municipal a todos os vereadores. "Queremos estabelecer um canal de diálogo aberto com os parlamentares e procuraremos manter total transparência nas ações da Prefeitura", garantiu o prefeito.

Áudio Relacionado

  • Arquivo temporariamente indisponível

Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

veja também