AGENDA

SESSÃO ORDINÁRIA: 09/08 - 17H

imprensa

03/04/2009

Câmara concede licença para o Vereador Ademir Braz de Sousa

A Câmara Municipal de Brusque aprovou Projeto de Resolução 03/2009, concedendo licença ao Vereador Ademir Braz de Sousa pelo período de 90 (noventa) dias, contados a partir de 07 de abril de 2009, para tratar, sem remuneração, de interesses particulares.

Durante as discussões sobre o Pedido de Licença do Vereador Ademir, fizeram uso da Tribuna os Vereadores Dejair Machado (DEM), Alessandro André Moreira Simas (PR), Jonas Oscar Paegle (DEM), Edson Rubem Muller, (PP) e Valmir Coelho Ludvig (PT).

O Vereador Dejair Machado, solicitou que constasse em ata que o afastamento do Vereador Ademir Braz de Sousa era involuntário e que a questão em pauta é meramente regimental, já que o Legislativo não pode antecipar juízo de valor até porque o Vereador Ademir não se encontra presente e todos perante a Lei têm o direito de se defender.

O Vereador Alessandro Simas concordou com as colocações do Vereador Dejair Machado quanto ao afastamento involuntário do Vereador Ademir e acrescentou que a Câmara não pode em hipótese alguma pré-julgar antes que a Justiça tome um posicionamento sobre os fatos.

Como Corregedor da Câmara, o Vereador Jonas Oscar Paelge, disse que era preciso deixar claro que os fatos havidos com o Vereador Ademir são problemas particulares do Vereador e que a Câmara não pode se precipitar e nem tão pouco aceitar pressão para antecipar um julgamento político do Vereador, antes mesmo de uma decisão judicial.

O Vereador Edson Rubem Muller manifestou-se favoravelmente ao Pedido de Licença do Vereador Ademir Braz de Sousa, ressaltando que a solicitação foi efetuada amparada no Regimento Interno da Casa e que não cabe aos Vereadores exercerem o papel de juízes.

Valmir Coelho Ludvig lamentou certas insinuações veiculadas após os episódios envolvendo o Vereador Ademir, de que estaria existindo conivência por parte do Legislativo com a situação. Ludvig acrescentou ainda que o assunto não tinha sido discutido no Parlamento porque até então ainda não havia sido dado entrada na solicitação do Pedido de Licença. Disse também achar que cada um deve responder pelos seus atos, mas que no momento a atitude do Legislativo era conceder a Licença ao Vereador Ademir.

Com a concessão da Licença por 90 (noventa) dias ao Vereador Ademir Braz de Sousa, a Câmara convocou o suplemente Norberto José Maestri, o Quito, que representa a comunidade de Dom Joaquim. Maestri irá tomar posse na próxima Sessão Ordinária da Câmara que será realizada no dia 07 de abril às 18h, horário regimental.

Confira toda a discussão sobre o assunto na gravação abaixo.

Áudio Relacionado

  • Arquivo temporariamente indisponível

Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

veja também