AGENDA

RECESSO PARLAMENTAR (VEREADORES): 17/07/2018 - 31/07/2018

PREGÃO PRESENCIAL nº 02/2018 (equipamentos de informática): 26/07 - 14H

SESSÃO SOLENE - TÍTULOS DE CIDADÃO HONORÁRIO: 01/08 - 18H30

imprensa

11/04/2018

Pronunciamento

Tuta Duarte cobra medidas de segurança para CEI do Santa Terezinha

Destaque

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta terça-feira, 10, o vereador Claudemir Duarte, o Tuta (PT), solicitou ao Executivo que cerque a área de recreação do Centro de Educação Infantil (CEI) Emília Floriani de Oliveira, a fim de bloquear o livre acesso dos alunos à rua paralela ao local e evitar acidentes:

- Nesse espaço todo aberto, como é que um professor ou dois ou três, que seja, com aquela turma, vai conseguir cuidar se, de repente, as crianças avançarem para a estrada? - questionou o parlamentar.

Para alertar sobre a necessidade de medidas de segurança nos educandários municipais, ele citou a nota publicada pelo jornal “O Município”, na mesma data, a respeito da condenação por danos morais imposta à Prefeitura pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJ-SC), em favor de uma criança que se acidentou em sala de aula.

- A travessa é boa, serve a comunidade, porém, por questões de segurança, cabe à administração municipal murar, cercar, fazer uma cerca para proteger aquela praça, que faz parte da área de lazer do CEI - reforçou em aparte o vereador José Zancanaro (PSB), acrescentando que em 2017 o município já dispunha de um projeto nesse sentido.

Moradores de rua

Num segundo momento, Tuta enalteceu a notícia de abertura do Instituto Bom Samaritano, encabeçada pelo historiador Paulo Kons, com o apoio de entidades representativas e empresários, para ajudar moradores de rua a conseguirem uma recolocação no mercado de trabalho. Ele defendeu que ações deste tipo deveriam partir do governo municipal:

- Se tivessem feito uma ação em conjunto ou essa ideia tivesse vindo da Secretaria de Assistência Social, talvez eu não precisasse estar elogiando a iniciativa popular, a qual parabenizo, porque nas palavras de quem tem a responsabilidade de zelar pelos moradores de rua, não tinha mais o que fazer.

Em aparte, o vereador Sebastião Lima, o Dr. Lima (PSDB), argumentou que a busca de alternativas em favor dos que vivem à margem da sociedade passa pela solidariedade e um trabalho efetivo e verdadeiro de resgate. Para exemplificar, citou a experiência da Força Tarefa de Defesa, Orientação e Apoio (DOA) às pessoas em situação de rua de Florianópolis, que conseguiu tirar dessa condição 30% das pessoas de um grupo com 400 andarilhos. 

    Nenhum tópico relacionado para este conteúdo;

    veja também